BT Medical - шаблон joomla Скрипты
Caries

Quem é que nunca ouviu falar de cárie? Mas, sabe exactamente o que é?

 

O que é a Cárie Dentária
É uma doença infecciosa multi-factorial, caracterizada por uma destruição das estruturas dentárias, que origina cavidades e perdas dentárias. As bactérias que lhe dão origem aglomeram-se numa película extremamente aderente às superfícies dentárias e também ao dorso da língua, formando uma estrutura chamada placa bacteriana. A velocidade da progressão das lesões é variável e está relacionada com factores genéticos, anatómicos, dietéticos, hábitos familiares e sociais, entre outros. A cárie dentária pode levar a sérias complicações na boca, como abcessos, ou em outras partes do corpo, provocando patologias no coração, rins, articulações e noutros órgãos.




Como surge a Cárie Dentária
- A cárie dentária é uma doença causada pela dissolução ou desmineralização do esmalte dentário, através dos ácidos bucais. Os ácidos são produzidos pelas bactérias da placa bacteriana, durante a fermentação dos hidratos de carbono, principalmente do açúcar, na cavidade oral. Contudo, para que a doença se desenvolva, os ataques ácidos devem ser repetidos durante um certo período de tempo. Mesmo assim, a cárie não é uma consequência inevitável. A saliva neutraliza gradualmente os ácidos, propiciando desse modo a restituição dos iões de cálcio e de fosfato do meio bucal, contribuindo para o reforço da estrutura do esmalte, ou seja, favorecendo a remineralização. Consequentemente, a cárie dentária desenvolve-se somente quando a intensidade da desmineralização, durante um período de tempo, excede a da remineralização..




Como se previne a Cárie Dentária?
A prática de uma boa higiene oral, o uso do flúor, a aplicação de selantes de fissuras e uma redução moderada no consumo dos açúcares são medidas eficazes para a maioria da população.

Os hábitos de higiene oral incluem uma técnica correcta de escovagem (realizada três vezes ao dia) e o uso de fio dentário/escovilhão após as refeições e principalmente antes de deitar.
O flúor fortalece o esmalte do dente, favorece a remineralização das lesões de cárie iniciais e inibe o metabolismo bacteriano.

O selante de fissuras é um método preventivo que consiste na aplicação de uma resina, com o objectivo de isolar as fissuras dos dentes do seu contacto com o meio ambiente oral, evitando assim o aparecimento das lesões de cárie dentária.

Uma dieta muito rica em açúcar leva geralmente a uma alta incidência de cárie. Devem-se, por isso adoptar as seguintes recomendações:

  1. Disciplinar o consumo de alimentos que tenham açúcar (não os ingerir no intervalo das refeições e evitar os mais adesivos).
  2. Reduzir a frequência da ingestão de açúcares (de preferência consumi-los apenas aos fins de semana).
  3. Substituir o açúcar por edulcorantes: xitol, sorbitol...
  4. Dar a conhecer, o mais tarde possível, o sabor doce às crianças.

 

As bebidas açucaradas, ácidas e/ou gaseificadas, ingeridas no biberão, de maneira prolongada e frequente, podem levar ao aparecimento de "cáries de biberão".


Como se tratam as Cáries?
Devemos dar importância ao diagnóstico e tratamento precoce da cárie dentária, pois sabemos que, quanto mais desenvolvido o processo patológico mais complexos e dispendiosos serão os procedimentos restauradores.

As lesões de cárie inicial, geralmente denominadas lesões brancas, quando diagnosticadas precocemente são frequentemente controladas com tratamentos à base de flúor.

Quando existe uma cavidade de cárie, é necessário remover todo o tecido contaminado e colocar uma restauração adequada. Se a lesão da cárie for profunda, poderá ser necessário desvitalizar o dente e colocar uma coroa. Por vezes a extracção do dente é indicada, mas a peça dentária deverá ser substituída por um implante ou uma prótese dentária.